terça-feira, 8 de março de 2011

Dia Internacional da Mulher

 "Toda mulher sábia edifica a sua casa; a insensata, porém, derruba-a com as suas mãos".
Provérbios 14:1

História do 8 de março

No Dia 8 de março de 1857, operárias de uma fábrica de tecidos, 
situada na cidade norte americana de Nova Iorque, fizeram uma grande greve. 
Ocuparam a fábrica e começaram a reivindicar melhores condições de trabalho, tais como, redução na carga diária de trabalho para dez horas (as fábricas exigiam 16 horas de trabalho diário), equiparação de salários com os homens(as mulheres chegavam a receber até um terço do salário de um homem, para executar o mesmo tipo de trabalho) e tratamento digno  dentro do ambiente de trabalho.
 A manifestação foi reprimida com total violência. As mulheres foram trancadas dentro da fábrica, que foi incendiada. Aproximadamente 130 tecelãs morreram carbonizadas, num ato totalmente desumano.
 Porém, somente no ano de 1910, durante uma conferência na Dinamarca, ficou decidido que o 8 de março passaria a ser o "Dia Internacional da Mulher", em homenagem as mulheres que morreram na fábrica em 1857. Mas somente no ano de 1975, através de um decreto, a data foi oficializada pela ONU (Organização das Nações Unidas).

Objetivo da Data

Ao ser criada esta data, não se pretendia apenas comemorar. Na maioria dos países, realizam-se conferências, debates e reuniões cujo objetivo é discutir o papel da mulher na sociedade atual. O esforço é para tentar diminuir e, quem sabe um dia terminar, com o preconceito e a desvalorização da mulher. Mesmo com todos os avanços, elas ainda sofrem, em muitos locais, com salários baixos, violência masculina, jornada excessiva de trabalho e desvantagens na carreira profissional. Muito foi conquistado, mas muito

Fonte: www.suapesquisa.com



Desde os tempos de Jesus a mulher tem sido desprezada pela sociedade.Sempre esteve abaixo dos valores de um homem.Talvez tenha sido colocada nessa condição secundária,por ter sido a responsável pelo pecado original.Mas Deus não faz distinção de sexo e prova disso é que vimos mulheres em posição de destaque como Rute, Ester, Débora,Raabe e outras no Antigo Testamento.
A mulher,no Novo Testamento,passou a ser valorizada desde que  Jesus agregou e recebeu ajuda de mulheres no seu ministério  e usou a figura da mulher para ilustrar o reino  de Deus ( Parábola da drácma perdida).
A mulher deve  sim, continuar buscando valorização  e respeito , mas sem esquecer a beleza feminina como o  romantismo, a delicadeza  e o amor  que as tornam tão  encantadoras e especiais.
As mulheres cristãs não podem esquecer que foram criadas para abençoar a vida de seus maridos,dos filhos,pais...Foram criadas para  serem  ajudadoras e não para viverem em pé de guerra,sempre querendo competir com o homem.Deus não se agrada em ver a mulher copiando as práticas do mundo e querendo dominar o homem, querendo ser  a “cabeça”.A mulher agindo assim estará destruindo sua casa.Isso não é preconceito e sim Conceito bíblico.
Que Deus nos abençoe e nos dê sabedoria para sermos uma benção  na vida de todos que passarem por nossas vidas.Que possamos buscar ser como a mulher virtuosa e glorificar à Deus com o nosso viver.


Suzana Hancio

2 comentários:

  1. Tia..que lindo!!!!!!!!!!!estamos aqui!!!!parabens pelo blog, ele está maravilhoso...que Deus continue ti usando poderosamente para falar aos nossos corações com sua palavra de vida!!!!saudades!!!!

    ResponderExcluir
  2. Seja bem-vindo ao UBE. Gostaria de ser seu amigo.Pode acompanhar as minhas notícias e se tornar membro do meu blog no:
    http://radiopentecostal.blogspot.com/

    Qualquer coisa estamos por aí.

    Marivan.

    ResponderExcluir